Stuxnet contaminou estação espacial

Outra contada pelo “camarada” Eugene Kaspersky – aquele da empresa de segurança de dados que leva seu nome: o vírus Stuxnet (aquele que detonou as centrífugas de urânio do Irã) contaminou também a estação espacial Internacional, porque um astronauta russo levou para dentro um pen drive contaminado. Tem horas que eu me sinto pregando no deserto. Mas vou continuar: no mundo há 29 países com estratégias de cibersegurança já definidas. O Brasil não está nessa lista. Mas está na lista de ataques de todos os hackers do planeta.

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes