Cibercrime premia hackers do mal com Ferrari

Cibercrime premia hackers do mal com Ferrari…ou um Porsche. O concurso é verdadeiro e está anunciado num vídeo escondido na ‘deep web’ segundo Troels Oerting, gerente do European Cybercrime Centre (EC3), organização europeia com sede na Holanda. Numa entrevista feita hoje, Oerting observou que os chefes do cibercrime começaram a jogar pesado e querem os melhores talentos a seu serviço – isso inclui doutores e pós-doutores formados nas melhores universidades, programadores com certificações top e também aqueles que mesmo sem diploma são bons nesse campo. O vídeo foi gravado numa revenda da Ferrari num país não identificado, com duas loiras contracenando com o apresentador.

Oerting observou que a Europa tem 28 legislações sobre cibercrime, mas os bandidos são espertos e se refugiam em países de língua russa, onde as leis europeias não valem. Atualmente, 85% dos ciberataques ao ocidente partem desses países, segundo Oerting.

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes