No Dia Mundial da Senha Segura G Data dá dicas de proteção

Criar e mudar regularmente as senhas fortes é a principal recomendação

Amanhã, 05 de maio será o Dia Mundial da Senha. Uma pesquisa realizada pela BITKOM, cerca de um terço da população (36%) se sente “sufocado” pela grande quantidade de senhas que precisam lembrar. Afinal de contas, os usuários de Internet possuem, em média, 17 senhas diferentes (fonte: Password Research). Neste Dia Mundial da Senha a G Data, fornecedora de soluções antivírus, representada no Brasil pela FirstSecurity, oferece algumas dicas importantes para que o usuário de computador navegue com segurança na Internet.

Muitas pessoas usam senhas que são baseados em informações pessoais. Mesmo que faça com a senha mais fácil de lembrar, isso é muito perigoso. Os criminosos cibernéticos sabem disso, é claro.

As senhas numéricas curtas também podem ser descobertas facilmente, por exemplo, quando o criminoso experimenta combinar o dia, mês ou ano de nascimento do usuário. Outras senhas comumente utilizadas, tais como nome do parceiro ou companheira, nome de um animal de estimação pode ser encontrado pelos criminosos com relativa facilidade anotados em documentos armazenados no computador ou smartphone, ou até mesmo nas redes sociais.

Para aumentar a segurança, é aconselhável criar senhas com a combinação de caracteres em CAIXA ALTA e baixa, além de números e caracteres especiais. Senhas com mais de oito caracteres e dígitos diferentes oferecem um grau muito maior de segurança. Os especialistas da G Data dão um exemplo: pense em uma frase e, em seguida, use o primeiro caractere de cada palavra da frase e adicione números para formar uma senha forte. Sugestão: Hoje, 5 de Maio, vou criar uma senha forte com pelo menos 16 caracteres. A senha resultante desta frase é: H5dMvcusfcpm16c.

Mesmo que esta senha H5dMvcusfcpm16c seja forte, ela, no entanto, representa apenas um ingrediente de melhoria da segurança na web. Os especialistas da G Data sugerem:

– Mudar senhas regularmente, principalmente em ambientes online. A reutilização de senhas em várias contas deve ser evitada. A senha única deve ser escolhida para cada serviço online ou rede social.
– Usar uma aplicação que possa gerar senhas, por exemplo, o G Data Password Manage. Com este software é possível criar e gerenciar senhas seguras, armazenadas em um ambiente criptografado longe da ação dos criminosos e também somente acessível por meio de senha mestra ultra segura.

Além disso, os especialistas da G Data orientam o usuário a possui uma solução antivírus em todos os computadores e dispositivos. Em muitas residências, diferentes dispositivos são utilizados para navegar na Web e, portanto, todos esses dispositivos devem ser considerados quando se executa uma verificação de segurança. Isso inclui os computadores da casa, os smartphones, tablet dos membros da família. Todos os dispositivos devem ser equipados com proteção contra vírus sempre atualizados para combater as ameaças de trojans e outros softwares maliciosos.

– Sistema operacional: garantir todas as atualizações de segurança para o sistema operacional, bem como todos os softwares instalados no computador e dispositivos móveis. Isso garante que todas as falhas de segurança existentes não podem ser exploradas.

0Shares

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes