Hacker espionava usuária pela câmera do PC


Um hacker invadiu a câmera de uma usuária na Holanda, observou e acompanhou seus movimentos e a insultou antes de desaparecer na internet. Rilana Hamer havia chegado do trabalho e escutou o barulho do movimento da câmera sobre a mesa da sala de estar e ao se aproximar notou que a câmera a estava acompanhando. “Por um momento, pensei que estava enlouquecendo”, disse em sua página no Facebook. Ela comprou esse equipamento, a câmera Maxxter 3D, em meados de Maio deste ano, entre outras coisas para visualizar o que seu cachorro, mais novo morador da casa, estava fazendo na sua ausência.

Depois da primeira observação sobre a câmera, concentrou-se em atualizar as mensagens em seu telefone até que ouviu um barulho mais forte e voltou para a sala. Era a câmera novamente. Ao chegar, o dispositivo voltou-se para ela e então o hacker começou a falar. Primeiro um “bounjour madame”, depois a câmera continou a acompanhá-la e a voz insistiu: “tudo bem?” Ela desligou o dispositivo, assustada. Religou mais tarde, para mostrar a um amigo, na hora do jantar, e então a voz reapareceu: “Olá. Fala francês?”Ela respondeu que falava inglês e irritou-se com o hacker, mandou que sumisse, ao que ele retrucou “chupa o meu …”

Essa ocasião foi gravada com a câmera do celular.

Milhares de câmeras estão abertas ou protegidas apenas com o login e senha padrão de fábrica. Elas podem ser localizadas pelos hackers por meio de pesquisa na rede e revelam vários dados que os ajudam a invadí-las – dos quais o principal é a marca. No caso da câmera de Rilana Hamer, a senha original da câmera não havia sido trocada. A loja onde ela comprou o equipamento informou que “leva muito a sério a segurança dos seus clientes e dos equipamentos que eles compram”.

Ainda bem né?

0Shares

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes