A China bloqueia uso do WhatsApp

Depois de bloquear em julho o envio de fotos e de vídeos, o governo chinês determinou ontem o bloqueio total do WhatsApp no país. Por meio do seu Great Firewall, o governo bloqueia 171 dos principais sites do mundo, incluindo Wikipedia, Twitter, Facebook, Instagram (também do Facebook) e vários serviços do Google. O WhatsApp estava sofrendo interrupções desde quarta-feira da semana passada, relatadas por usuários do serviço. Agora ele só é acessível por meio de VPNs (redes privadas virtuais). O uso de uma VPN oculta os dados da comunicação, de modo que o governo não consegue saber também que aplicativo está transmitindo os dados.

No entanto, mesmo o uso de VPNs está sendo combatido pelo governo: ele está exigindo registro de todos os revendedores desse tipo de acesso e avisou que fará inspeções regulares a esses provedores. Em outras palavras, é censura pesada – os cidadãos só poderão ter acesso a endereços permitidos pelo governo.

Coincidência ou não, no mês que vem haverá o 19o Congresso Nacional do Partido Comunista. Para os chineses a alternativa de serviço de mensagem será o WeChat, que fornece dados de seus usuários ao governo.

Nel o WhatsApp nem o Facebook emitiram qualquer comunicado sobre o assunto.

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes