Busca no Google revelou rede secreta da CIA

Uma busca no Google usando operadores de busca avançada. Aquilo que a gente chama de Google dorks. Ou que a gente chama de Google hacking. Foi assim que os serviços de inteligência do Irã descobriram os endereços da web que a CIA utilizava para se comunicar com seus espiões no mundo inteiro e também para recrutar novos espiões. Isso aconteceu em 2009, mas só agora essa história apareceu: as informações fazem parte de uma ampla reportagem do Yahoo News publicada dois dias atrás.

Exatamente na mesma época, por volta de 2009, a inteligência da China também descobriu a rede da CIA. Por causa dessa nova descoberta, quase 30 pessoas que faziam espionagem para os Estados Unidos foram assassinadas naquele país entre 2011 e 2012. No Irã, a quantidade de espiões descobertos e presos foi outro tanto.

A reportagem não conseguiu esclarecer se a China e o Irã cooperaram para a descoberta da rede. Mas ex-funcionários da inteligência americana disseram que os sistemas de comunicação usados pela CIA nos dois países eram semelhantes. Diz a reportagem que “os dois governos podem ter quebrado o sistema de forma independente. Mas autoridades iranianas, chinesas e russas de alto escalão estavam engajadas em questões cibernéticas sobre  comunicações nessa época”.

A rede era formada por um conjunto de sites da internet disfarçados de simples sites comerciais. Uma transmissão da TV iraniana em 2011 que divulgou a destruição da rede da CIA disse que os agentes de inteligência dos EUA criaram sites para recrutar agentes no Irã, como se fossem empresas comerciais. Prometiam empregos, vistos e educação no exterior. Os iranianos que inicialmente pensaram que estavam respondendo a oportunidades legítimas acabariam se reunindo com funcionários da CIA em lugares como Dubai ou Istambul para recrutamento, de acordo com a notícia publicada pela TV.

Em outras palavras, entre 2009 e 2013 a rede de comunicaçoes da CIA na Internet estava totalmente exposta – estava sendo observada. E a CIA só ficou sabendo em 2013. Nesse ano houve uma correria para resolver o problema. Segundo a reportagem do Yahoo News, o esquema havia sido montado para uso durante a guerra contra o Iraque e não para ser usado globalmente e nem por muito tempo. O erro custou muito caro.

Uma Google dork, às vezes chamada apenas de dork, é uma string de pesquisa que usa operadores de pesquisa avançada, para encontrar informações que não estão disponíveis por meio de pesquisas ‘normais’. Com Google dorking, também conhecido como Google hacking, pode-se encontrar informações difíceis de localizar por meio de consultas de pesquisa simples. Um exemplozinho bem fácil: se você quiser somente resultados do Brasil numa pesquisa do Google acrescente (sem aspas) “site:.br”

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes