Blockbit, brasileira, disputará mercado internacional

É brasileira uma das mais novas empresas de cibersegurança do mundo, a Blockbit. Ela é uma joint-venture da empresa Cipher e de dois investidores: o BNDES e o fundo de investimentos DLM, de Belo Horizonte. A empresa vai fornecer soluções de UTM (Unified Threat Management), VCM (Vulnerability and Compliance Management) e SMX (Secure eMail eXchange). Ela tem como base o conhecimento e a equipe da BRConnection, de São Paulo, que havia desenvolvido a plataforma de gerenciamento OMNE3, mas que agora passa também a oferecer soluções baseadas em appliances. Eduardo Bouças, CEO da nova empresa, conta que a BRConnection foi selecionada entre 12 empresas com perfis semelhantes que a Cipher avaliou em todo o mundo.

A partir da aquisição,  a BRConnection foi reforçada e ampliada, ganhando mais recursos para pesquisa e desenvolvimento, transformando-se em startup internacional para competir com pesos-pesados do setor como Cisco, CheckPoint, WatchGuard, Dell e Fortinet.

Com escritórios em São Paulo, Miami e Londres (justamente os da Cipher, empresa que também tem investimento do BNDES desde 2011), a meta da Blockbit é expandir-se pelo mundo complementando os serviços gerenciados que a Cipher já presta a seus clientes.

 

0Shares

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes