Menu de Cima

Author Archive | Redação & agências

crypto-miners-1

Cryptominers na disputa pelo seu processador

Qual o país mais perigoso do mundo em termos de ciberameaças? Resposta: a Etiópia. E o menos perigoso? O Quirguistão. Esses dois estão nos extremos de um ranking de 149 países elaborado pela divisão de Inteligência de Ameaças da Check Point, com dados obtidos durante o mês de março deste ano. E você quer saber […]

113Shares
Continue lendo
casa-inteligente

Casas inteligentes: 66% com roteador vulnerável

A Avast descobriu que 66% dos roteadores nas casas inteligentes do Brasil estão vulneráveis 45% das residências inteligentes no Brasil têm mais de cinco dispositivos conectados em quase metade dessas casas (44,89%) pelo menos um dos dispositivos está vulnerável, colocando a rede doméstica em risco de ataques cibernéticos. Os números estão no Relatório sobre Casas […]

3Shares
Continue lendo
gdpr-cisco

Providências para GDPR começam a dar retorno

As organizações que investiram para se adequar ao GDPR, a legislação europeia de proteção de dados pessoais, estão começando a ver os resultados e benefícios tangíveis dos valores que gastaram. A comprovação aparece pela primeira vez no estudo “2019 Data Privacy Benchmark Study”. O trabalho faz uma correlação entre as boas práticas de privacidade e […]

107Shares
Continue lendo
spectre e meltdown

Intel conta como resolveu Spectre e Meltdown

A Intel começou 2019 contando como fez seu “dever de casa” para resolver as falhas exploradas pelos exploits Spectre e Meltdown, que exatamente em Janeiro do ano passado trouxeram muita inquietação a ela e também a outros fabricantes de processadores. O relato está num artigo publicado pela vice-presidente Leslie Culbertson, no qual ela faz um […]

245Shares
Continue lendo
Patche-netflix-fake-app

Falso app da Netflix rouba tokens bancários

O pesquisador Nikolaos Chrysaidos, líder da área de ameaças para dispositivos móveis da Avast, anunciou  a descoberta de um falso aplicativo da Netflix que rouba as mensagens SMS recebidas pelo usuário. O interesse de cibercriminosos nessas mensagens está nos tokens que muitas delas contêm, enviados por muitos bancos e até por plataformas como o Facebook […]

181Shares
Continue lendo