Menu de Cima

Atos amplia serviço de DLP

Atos amplia serviço de DLP

Filial da Atos em Londrina, PR

O serviço de DLP (Data Loss Prevention – DLP) que a Atos lançou há um ano por meio de sua marca Bull, continua registrando ampla adoção no mercado e crescimento da base de clientes, afirma a empresa. Agora, a Atos está aprimorando e ampliando seu serviço DLP com a tecnologia Code Green Network, adquirida recentemente  da Digital Guardian, para incluir terminais, servidores e, agora, redes, ajudando clientes a limitarem o risco de perda de dados. O serviço é inédito, usando uma única solução de segurança para proteger informações sensíveis de clientes corporativos contra atividades internas não autorizadas e ameaças externas, como o  malware avançado. Essa funcionalidade consolida dois importantes serviços de segurança em um produto unificado. O DLP pode ser implementado como serviço inteiramente gerenciado na nuvem ou local, como parte de um programa de integração de sistemas, com opções de fácil implementação e oferecendo um rápido retorno sobre o investimento.

“Com a falta de profissionais de cybersecurity, muitas companhias não possuem a experiência ou os recursos necessários para implementar programas de proteção de dados”, afirma Bob Tarzey, analista e diretor da Quocirca. “Terceirizar a administração de sistemas de segurança de dados com um fornecedor experiente, capacitado para implementar e gerenciar a tecnologia de segurança necessária, deve melhorar a proteção de dados rapidamente, sem a necessidade de encontrar e reter talentos”, finaliza.

A solução foi implementada com sucesso por mais de 30 mil usuários em várias indústrias estratégicas, entre elas os setores Industrial e de Serviços Financeiros. Além disso, diversos outros segmentos, como Saúde, Defesa, Governo, Mídia e Bancos estão demonstrando interesse na solução.

Exigências regulatórias

Além do crescente número de violações de dados sofridas pelas companhias, há novas normas movendo a demanda pelo Serviço para Prevenção de Perda de Dados:

  • A  Regulamentação Geral para Proteção de Dados (General Data Protection Regulation – GDPR) da UE é um conjunto de regras que pretende fortalecer e unificar a proteção de dados para indivíduos dentro da União Europeia.
  • A “Lei para Notificação de vazamento de dados” da Holanda, em vigor desde janeiro de 2016, exige que, em caso de violação de dados, os controladores devem notificar a Autoridade Holandesa para Proteção de Dados e os indivíduos impactados. A lei também aumentou significativamente as multas por violação do Ato de Proteção de Dados da Holanda.

“Exigências regulatórias com foco em requerimentos maiores de proteção de dados e mais transparência e comunicação acerca da divulgação de violações estão conduzindo as companhias a olhar mais de perto seus programas existentes de Prevenção a Perda de Dados”, explica Chris Moret, Vice-Presidente de Cybersecurity Atos. “As ofertas do Serviço para Prevenção de Perda de Dados da Atos atendem as necessidades regulatórias de compliance de clientes, enquanto garantem a segurança de suas informações mais sensíveis, independente de onde os dados estiverem. Com o nosso serviço baseado na nuvem, as corporações podem esperar o mais alto nível de proteção de dados com rápido retorno de investimento.

A Atos conta com mais de 4500 profissionais de segurança ao redor do mundo, administrando 100 milhões de identidades todos os dias; monitorando 2 milhões de eventos por hora nos Centros Operacionais de Segurança da Atos e garantindo a segurança de 5 bilhões de transações por ano, por meio da Worldline.  O portfólio de segurança da companhia cobre uma variedade completa de serviços, de segurança móvel, gestão de fraude e plataformas seguras de inovação a serviços confiáveis na nuvem.  A Atos apresentou, recentemente, sua visão de Cybersecurity durante a campanha: “Pronto para Tudo.”

 

0Shares