5 ameaças contra sua Declaração

Termina sexta-feira o prazo que os brasileiros entreguem sua Declaração de Imposto de Renda. À medida em que o prazo se esgota, crescem a tensão, a pressa e o descuido dos contribuintes, e também as possibilidades de golpe contra eles, inclusive de cibercriminosos. Os golpes são praticados por bandidos interessados nos dados de identidade ou nos valores de restituição aos quais essas pessoas terão direito, de modo que todos temos de ser cuidadosos, como recomenda a Receita Federal em seu último alerta, publicado em 30 de Março.

Estas são cinco das principais ameaças ao contribuinte nesta época:

Roubo de identidade

Os criminosos estão interessados não somente em nomes e endereços, mas também em detalhados dados bancários, fiscais e cadastrais dos contribuintes. Para os conseguirem, enviam mensagens contendo links ou arquivos anexos, cujo conteúdo infecta os computadores com vírus e outros programas que permitem acesso aos dados, que são enviados diretamente ao computador dos criminosos.

Phishing

Os contribuintes precisam estar atentos contra os e-mails falsos ou websites preparados para roubar suas informações pessoais. É importante esclarecer que o Imposto de Renda nunca envia e-mails aos contribuintes, muito menos fazendo cobranças ou oferecendo restituições – isso é feito por meio de correspondência em papel, convocando o contribuinte ao posto da Receita mais próximo de sua residência. Um dos ataques usa e-mails informando que a Receita Federal analisou todas as declarações da pessoa nos últimos dois anos e encontrou uma inadimplência no pagamento do imposto. O email pede que o usuário acione um link para visualizar o demonstrativo –  é assim que ele se contamina. Portanto, é importante que você não clique em qualquer link ao receber um email desse tipo. Outra modalidade de phishing pede que o contribuinte faça download do programa da Receita Federal, para que seja feita uma declaração retificadora. Ao ser instalado, esse programa contamina o computador com um vírus.

Engenharia Social

Muitos criminosos fazem ligações para contribuintes fingindo serem agentes da Receita. Nessas ligações, dizendo que eles têm dívidas e oferecem descontos em troca de dinheiro vivo ou pedem contribuições para publicações, como alertou a Receita Federal no ano passado.

Falsos contadores

Fique atento para a possibilidade de você cruzar com falsos contadores, que se oferecem para fazer sua Declaração. A maioria dos bons profissionais de contabilidade oferece um serviço de qualidade, mas muitos criminosos se aproveitam da oportunidade para oferecer serviços falsos e desse modo conseguir informações – entre elas dados bancárias como número de agência e de conta corrente. Ao escolher um contador, certifique-se de que ele tem as credenciais apropriadas e se possível consiga referências sobre o seu trabalho.

Falsas entidades assistenciais

Quando você faz a sua Declaração, existe a possibilidade de destinar parte do seu imposto devido para entidades assistenciais. Mas cuidado: existem entidades que na verdade são apenas fachadas, para simplesmente furtar dinheiro dos contribuintes. Uma das características das boas entidades assistenciais é o fato de que são auditadas periodicamente e publicam balanços trimestrais e anuais.

Além de todos esses cuidados, é importante que o computador ou dispositivo móvel utilizado para elaborar a declaração esteja protegido com um antivírus, como o Avast 2016. Para qualquer usuário, é um risco muito elevado utilizar um dispositivo sem segurança. A Avast atualiza seu antivírus mais de 200 vezes por dia, de modo que as pessoas estão sempre protegidas de malware disfarçado de programas para PCs, aplicativos móveis ou links da Internet. Uma vez instalado, o Avast Antivírus bloqueia qualquer tentativa de contaminação dirigida ao dispositivo e avisa você sobre o incidente, perguntando, em certas situações, qual sua decisão sobre o melhor modo de se livrar da ameaça.

0Shares

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes