Hacker russo preso na Tailândia

Hacker russo preso na Tailândia

Farid Essebar na polícia tailandesa

Um hacker de dupla nacionalidade (russo e marroquino) foi preso hoje, dia 18 em Bagkok, na Tailândia, sob a acusação de ter causado prejuízos da ordem de US$ 4 bilhões em fraudes a bancos suíços. Farid Essebar, que usava o apelido de “Diabl0“, estava sendo procurado há três anos. Acredita-se que seus dois comparsas, procurados pelas mesmas acusações, continuam escondidos na Tailândia. A prisãso foi feita por autoridades tailandesas e da Suíça, para onde o hacker deve ser extraditado a seguir.
Ele não fazia nada diferente dos outros hackers: no estilo “man-in-the-middle”, duplicava as páginas do banco para enganar clientes, que ali digitavam seus dados de acesso às contas correntes e investimentos. O golpe atingiu mais de mil pessoas em 2011 e o tornou um dos cibercriminosos mais procurados do mundo. Era procurado pelas polícias dos dois países e também pela Interpol.

‘Nós prendemos o suspeito num condomínio. A seguir, dentro de 90 dias o governo tailandês o extraditará para a Suíça, conforme nossos acordos internacionais”, disse o coronel Songsak Raksaksakul, do Departmento de Investigações Especiais. Em 2005, aos 18 anos, ele foi detido no Marrocos a pedido do FBI e sentenciado a dois anos de prisão. Naquela época, a acusação foi de fraude contra grandes bancos com um malware que ele distribuiu, o  Zotob para Windows 2000.

 

 

0Shares

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes