120 milhões de perfis do Face à venda na dark net

Um post no blog da Kaspersky escrito por Alex Drozhzhin mostra que há novamente más notícias para o Facebook e seus usuários. Segundo Drozhzhin, cibercriminosos coletaram dados de dezenas de milhões de pessoas, incluindo suas mensagens privadas, usando maliciosamente extensões de navegador.

O assunto surgiu numa reportagem da BBC, que “descobriu um fórum oferecendo a venda de dados pessoais de 120 milhões de usuários do Facebook a 10 centavos de dólar cada perfil individual. Para provar o valor dos dados, uma pequena parte do banco de dados foi disponibilizada publicamente, consistindo em dados de 257.000 usuários, incluindo as mensagens privadas de cerca de um terço (81.000) deles”, diz Drozhzhin.

Os dados são principalmente de usuários do Facebook da Rússia e Ucrânia, mas há também gente dos EUA, Inglaterra e… do Brasil!!!

O Facebook foi consultado pela BBC e respondeu que sua segurança não foi comprometida, e que os dados provavelmente foram obtidos através de extensões maliciosas do navegador do usuário. Com a publicação da notícia, o anúncio desapareceu do fórum. Segundo o blog da Kaspersky, aparentemente estes dados não estão relacionados com a violação de Setembro, já que aquele incidente envolveu o uso de vulnerabilidades do Facebook. Já no caso atual os dados foram coletados por meio de extensões maliciosas de navegador, que as próprias vítimas instalaram em seus navegadores. “Ainda não está claro, e talvez nunca fique, quais extensões foram usadas nesta última violação de dados do Facebook. Assim, outros dados podem ter sido roubados; nós não sabemos disso ainda”, conclui. Drozhzhin

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes